Afastamento para participação em ações de desenvolvimento

Por meio dessas ações, a Divisão de Afastamento e Apoio à Capacitação (DAAC) busca facilitar o acesso dos servidores docentes e técnico-administrativos em educação da UFSC a ações de desenvolvimento, estimulando-os a estar em um processo de constante aprimoramento intelectual.

Os servidores docentes e técnico-administrativos em educação podem se afastar para cursar Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado, participar de evento de curta duração no exterior e, a cada cinco anos de efetivo exercício, podem se licenciar para realizar ação de desenvolvimento. Os servidores técnico-administrativos em educação também podem requerer horário especial para estudos. Não poderão se beneficiar dos afastamentos citados os servidores temporários, professores substitutos ou visitantes.

Os afastamentos de que trata o art. 18 do Decreto n° 9.991, de 28 de agosto de 2019, – licença para capacitação, participação em programa de treinamento regularmente instituído, participação em programa de pós-graduação stricto sensu, realização de estudo no exterior – poderão ser concedidos, entre outros critérios, quando a ação de desenvolvimento estiver prevista no PDP  do órgão ou da entidade do servidor.

PORTARIA NORMATIVA Nº 383/2020/GR, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2020

Autoriza afastamento para viagens nacionais e internacionais dos servidores docentes e técnico-administrativos em educação da Universidade Federal de Santa Catarina para participação em programa de pós-graduação stricto sensu, licença capacitação e outros eventos.


ATENÇÃO

  • Os processos de afastamento devem chegar à CCP/DDP com, no mínimo, 30 dias de antecedência do início do afastamento pretendido.
  • Orientações sobre como cadastrar/tramitar/assinar processos digitais no SPA.
  • Orientações sobre como cadastrar/extrair Currículo no Banco de Talentos pelo aplicativo ou versão web Sougov.br.
  • Somente após a devida autorização da instituição, o servidor poderá se afastar de suas atividades. Caso se ausente sem autorização institucional, estará sujeito à apuração da responsabilidade e à aplicação das penalidades previstas em lei. 
  • Ao final de qualquer modalidade de afastamento o requerente deve comprovar a realização/conclusão, por meio do diploma, certificado ou relatório (que conste todas as atividades realizadas com anuência da chefia imediata) no prazo máximo de 30 dias após término do afastamento pelo Portal de Atendimento Institucional.

Para conhecer as modalidades de afastamento, clique nos links abaixo:

Afastamentos para Docentes

Afastamentos para Técnico-Administrativos em Educação